Ivald Granato expõe suas "cabeças" no MuBE

Ivald Granato expõe seu mais recente conjunto de obras a partir desta terça-feira para o público no Museu Brasileiro da Escultura (MuBE). A série Heads (cabeças), título da exposição, é conseqüência de três anos de pesquisa e trabalho do artista plástico carioca. Na mostra que fica em cartaz até dia 29, Granato vai mostrar entre 120 e 130 criações sobre o tema que investiga a história da arte a partir do século 18.A exposição foi planejada para ocupar um lugar não menor do que um museu - o que quer dizer que dificilmente ela poderá ser vista em alguma galeria na íntegra. Só de desenhos, foram mais de 150, sem falar das pinturas sobre tela e dos objetos de diferentes naturezas e materiais, como a madeira, o cobre e o aço, apresentados solitariamente ou em famílias, subconjuntos do tema que tem a cabeça não só como idéia central, mas também como a forma-chave das criações."Trata-se de uma exposição especialmente complicada para montar. São muitas peças, que exigiram exaustivas operações materiais para poder traduzir o conceito das cabeças na história da arte do séculos recentes", comenta ele, que fez história com suas performances e ambientações experimentais, mas que desta vez, fez questão de ficar longe das instalações. "Seria uma saída mais simples", emenda.Após a temporada no MuBE, a individual de Granato será vista no Museu de Belas Artes do Rio. De lá, segue para o Belém, Florianópolis, Recife e Salvador. "As datas ainda dependem do fechamento de patrocínios locais", observa o pintor.Ivald Granato - De 3.ª a dom., das10 h às 19 h. MuBE. Avenida Europa, 218, tel. 3081-8611. Até 29/4. Abertura às 20 h

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.