Itaú Unibanco vai doar R$ 1 bilhão para combater o novo coronavírus

Itaú Unibanco vai doar R$ 1 bilhão para combater o novo coronavírus

Os recursos serão usados para equipar hospitais e podem também financiar a produção de remédios e materiais como máscaras

David Friedlander, O Estado de S.Paulo

12 de abril de 2020 | 15h33

O Itaú Unibanco vai doar R$ 1 bilhão para o combate ao novo coronavírus. O dinheiro será transferido para a Fundação Itaú Social e será administrado por um grupo de profissionais da área de saúde liderado pelo médico Paulo Chapchap, diretor geral do Hospital Sírio-Libanês.

"Fico feliz com o apoio unânime dos controladores e do conselho  para que o banco pudesse fazer essa contribuição importante no combate ao coronavirus", disse ao Estado o banqueiro Roberto Setúbal, co-presidente do Itaú Unibanco junto com Pedro Moreira Salles. "Nessa hora de verdadeira crise humanitária, achamos que essa iniciativa é um dever", afirmou Moreira Salles. "Ao reunir conhecimento específico excepcional, capacidade de gestão e recursos financeiros, a gente espera estar à altura do momento". É a maior iniciativa filantrópica conhecida no País. 

A decisão, antecipada pelo colunista Elio Gaspari nos jornais O Globo e Folha de S. Paulo, foi tomada há cerca de dez dias pelo conselho de administração do banco e deve ser anunciada oficialmente nesta segunda. 

Os recursos serão usados para equipar hospitais e podem também financiar a produção de remédios e materiais como máscaras. Este ano, a fundação Itaú já havia feito uma primeira doação para o combate à pandemia, de R$ 150 milhões. Esses recursos estão sendo direcionados a várias ONGs, que distribuem cestas básicas, material médico e equipamentos para hospitais.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.