Itaú Cultural lembra os 30 anos do vídeo

A primeira produção videográfica brasileira data de 1973, quando a bailarina Analívia Cordeiro apresentou a coreografia M 3x3, inteiramente filmada com um recurso inovador até então. O vídeo foi exibido pela primeira vez na TV Cultura há exatos 30 anos. Para comemorar o aniversário da produção nacional em vídeo, o Instituto Itaú Cultural inaugura a mostra Made in Brasil - Três Décadas de Vídeo Brasileiro, com curadoria de Arlindo Machado. O nome é uma homenagem ao trabalho de Letícia Parente que, no vídeo Marca Registrada, borda, na sola do próprio pé, a frase made in Brasil com agulha e linha. Até setembro, serão apresentados, gratuitamente, às quintas-feiras, vídeos que fazem parte de cinco programas temáticos, entre eles Afetos e Desafetos e O Corpo e a Câmera. Serão cerca de 40 filmes - entre os quais M 3x3 - dirigidos por Tadeu Jungle, Marcelo Tas, pelo cineasta Fernando Meirelles, do longa premiado Cidade de Deus, pelo artista plástico José Roberto Aguilar e pelo artista plástico e cantor Arnaldo Antunes. A mostra completa, que terá mais de 70 filmes em dez programas temáticos, será exibida de 23 a 28 de setembro, durante a programação do 14.º Festival Internacional de Arte Eletrônica Paralelamente, o Instituto lançará o livro Made in Brasil, que reúne uma análise da produção videográfica nacional. Na internet, o instituto montou um site com trechos de alguns vídeos da mostra. Assista aos vídeos e confira a programação no site do Itaú CulturalMade in Brasil - Três Décadas de Vídeo Brasileiro - Instituto Itaú Cultural. Até 11 de setembro, às 19 horas. Entrada gratuita. Avenida Paulista, 149. Tel.: 3268-1700.

Agencia Estado,

07 de agosto de 2003 | 16h07

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.