Itália comemora 500o aniversário do nascimento de Palladio

Uma exposição internacional será abertano sábado na Itália para lembrar os 500 anos do nascimento deAndrea Palladio, traçando um retrato abrangente do pedreirohabilidoso que se tornou um dos maiores arquitetos do mundo. A exposição no Pallazo Barbaran da Porto, em Vicenza, umaobra do próprio Palladio, traz materiais de mais de 80 museus ebibliotecas de toda a Europa. Ela inclui 78 desenhos originaisde Palladio, alguns dos quais foram do arquiteto inglês doséculo 18 Inigo Jones e hoje pertencem ao Real Instituto deArquitetos Britânicos (Riba). A mostra é organizada pelo Centro Internacional AndreaPalladio de Estudos Arquitetônicos, pela Riba e a Real Academiade Artes de Londres, para onde a exposição será transferida em6 de janeiro. De âmbito maior que mostras anteriores e incluindo algunstrabalhos nunca antes vistos pelo público, é a primeira grandeexposição de Palladio em quase 30 anos. "Uma geração se passou, e muitas pessoas não tiveram atéagora a oportunidade de ver uma grande exposição de Palladio ouconhecer seus desenhos", disse o co-curador Howard Burns,presidente do comitê acadêmico do Centro Palladio. A lógica, a harmonia e os motivos de Palladio inspiraramgerações de arquitetos, desde Inigo Jones, que ajudou a levar aarquitetura renascentista à Inglaterra, até Le Corbusier ePhilip Johnson. Palladio influenciou o estilo georgiano na Inglaterra, oneoclassicismo francês e obras neoclássicas americanas como aCasa Branca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.