Istambul é eleita capital européia da cultura

Um júri de especialistas da União Européia recomendou Istambul como capital européia da cultura em 2010. A cidade turca venceu a concorrência de Kiev, capital da Ucrânia, no reconhecimento reservado às cidades exteriores à União Européia. Os especialistas selecionaram ao mesmo tempo Essen, na Alemanha, e Pécs, na Hungria. A seleção de Istambul "não é uma escolha política, ainda que existam implicações políticas", disse o presidente do júri, o britânico Jeremy Isaacs, durante a entrevista coletiva em Bruxelas. Em 2007, uma das capitais européias será a cidade romena de Sibiu, no mesmo ano que a Romênia deverá entrar para a União Européia. O Conselho dos Ministros da Cultura da UE, que ocorrerá durante a próxima presidência finlandesa no segundo semestre de 2006, decidirá sobre a confirmação da recomendação apresentada pelos especialistas europeus. Até hoje, desde 2000, foram nomeadas a cada ano apenas uma ou duas capitais da cultura européia como "símbolo evidente das atividades culturais na Europa". Em 2004, o reconhecimento foi entregue às cidades de Gênova, na Itália, e Lille, na França. Este ano o título foi conquistado apenas pela cidade grega de Patrasso.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.