Isabel Allende lança no Chile romance Inés del Alma Mía

A chilena Isabel Allende, a escritora latino-americana mais lida no mundo, apresentou em Santiago seu último romance, "Inés del Alma Mía", que conta a história de Inés Suárez, companheira de Pedro de Valdívia na conquista do Chile.Em entrevista coletiva, Allende explicou que o livro "não é uma reivindicação do papel da mulher na época da Conquista, como pensam alguns jornalistas". Porém, quando estava pesquisando material para um romance, ela leu a história de Suárez e se deu conta de que "foi uma grande personagem"."Suárez encontrou água para os soldados de Valdívia no deserto e fundou escolas, entre outras grandes coisas", destacou a autora de "A Casa dos Espíritos", "Eva Luna" e "De Amor e de Sombras", que vive desde 1987 nos Estados Unidos.Apesar disso, disse Allende, "Pedro de Valdívia nunca a menciona em suas cartas. Acaba sendo esquecida pelos historiadores, como muitas outras mulheres, porque a história é escrita pelos vencedores, geralmente homens brancos".Inés Suárez foi uma costureira que embarcou rumo à América para buscar seu marido, desaparecido com seus sonhos de glória na busca de ouro. No Novo Mundo, no entanto, descobriu que seu marido havia morrido no Peru. Sem se assustar, parte para o sul com os conquistadores espanhóis.No Chile, se apaixona por Pedro de Valdívia, auxiliar de Francisco Pizarro, com quem enfrentou aos riscos e as incertezas da conquista e fundação do reino.O livro, lançado nesta terça-feira em Santiago, já está nos primeiros lugares em vendas nas livrarias chilenas.

Agencia Estado,

23 de agosto de 2006 | 10h54

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.