<i>Rádio Nacional</i>, um musical para reviver bons tempos

A Rádio Nacional viveu sua época deouro nas décadas de 40 e 50. O Brasil era outro. A pobrezaexistia, mas a chamada ao consumo, não. Eletrodomésticos malcomeçavam a surgir, a violência não havia tomado o espaço urbano existia esperança num Brasil grande. Se não era bem assim,assim é bom recordar. Para isso, nada melhor do que um musicalque faz desfilar exatamente essa doce visão de época bem diantedos olhos do espectador como faz Rádio Nacional, As Ondas QueConquistaram o Brasil, musical que ganhou fãs ardorosos entre opúblico carioca e inicia temporada, na quinta-feira, no TeatroFrei Caneca. Bibi Ferreira assina a supervisão desse espetáculo quetem roteiro musical do pesquisador João Máximo, executado porquatro músicos, e texto de Fátima Valença. Na direção, FábioPillar, que também integra o elenco de 11 atores/cantores comSylvia Bandeira, Cláudia Vignonne, Luciano Borges e CacauGondomar. No roteiro, canções como Aquarela do Brasil,Chiquita Bacana, Nunca e Atire a Primeira Pedra. Certamente é fascinante para o espectador que viveu ostempos áureos da Rádio Nacional entrar numa espécie de máquinado tempo e sentir-se novamente na platéia do programa César deAlencar, por exemplo, viagem que esse espetáculo propicia. "Osegundo ato é tomado por esse programa, o que abre espaço para aparticipação do público, que vibra mesmo. No Rio, eraimpressionante, parecia show de rock", conta Fábio Pillar. Pelo palco passam ídolos como Dalva de Oliveira eEmilinha Borba, Nelson Gonçalves e Cauby Peixoto, Marlene eIsaurinha Garcia, as irmãs Linda e Dircinha Batista, OrlandoSilva e Ângela Maria, entre muitos outros. "Nós não fazemosimitações, mas procuramos captar o tom, a respiração, as pausas,as características de cada um deles", diz Pillar. "Quando oCauby pergunta que música o auditório quer ouvir, eu sou semprea primeira a gritar ´Conceição´!" diz Dona Eunice, a espectadora"número 1" do espetáculo. No musical, há ainda uma trama, fictícia, criada porFátima Valença . O público acompanha flagrantes do dia-a-dia deuma dona de casa e seu marido. Ela vive ligada nas ondas daRádio Nacional, mas sofre com o marido que chega tarde, diz queestava fazendo ?serão?. Mas uma amiga moderninha, vivida porSylvia Bandeira, vai mudar o comportamento dessa ?Amélia?. Aofim, ela será uma das calouras do programa César de Alencar. "Asmulheres vibram com a transformação dela." Rádio Nacional - As Ondas Que Conquistaram o Brasil. 140 min.12 anos. Shopping Frei Caneca (592 lug.). R. Frei Caneca, 569,6ª andar, (11) 3472-2226. 6ª e sáb., 21h; dom., 18h30. De R$ 50a R$ 80. Até 27/5

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.