Irã edita sua primeira revista de moda

Em um país onde o mais fashion a que uma mulher pode chegar é colocar uma imensa túnica preta, a moda parece algo excêntrico. Mas a sociedade iraniana aos poucos vai se soltando das duras amarras impostas pelo regime islâmico do país. Pela primeira vez desde 1979, ano da revolução islâmica, o Irã ganhou uma revista de moda. A Lotous quer provar que há diversidade no país. "As mulheres geralmente gostam de se vestir de modo elegante, as iranianas não são exceção", disse Mahla Zamani, estilista iraniana responsável pela publicação da revista. Ela afirmou que o design e as cores dos tecidos iranianos são muito variados e que a revista vai ajudar as iranianas a se soltarem da rigidez das roupas e costumes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.