Integração cultural é 'enriquecedora' para 72% dos europeus

Comissão Européia quer promover maior integração entre cidadãos da UE.

Marcia Bizzoto, BBC

04 de dezembro de 2007 | 18h10

Uma pesquisa realizada pela Comissão Européia (o órgão executivo da União Européia) indica que 72% dos cidadãos europeus consideram que a relação com pessoas de diferentes origens e culturas enriquece sua vida e seu país. O estudo foi divulgado nesta terça-feira durante o lançamento, em Bruxelas, do Ano Europeu do Diálogo Intercultural - uma iniciativa que destinará, no ano que vem, 10 milhões de euros para projetos que promovam o intercâmbio cultural entre os 27 países-membros da União Européia.Com a iniciativa, a Comissão Européia pretende combater a discriminação das minorias em um momento em que várias instituições de direitos humanos denunciam um aumento da xenofobia e da popularidade de partidos de extrema-direita na União Européia.O escritor brasileiro Paulo Coelho será um dos embaixadores do programa.A pesquisa, que ouviu mais de 27 mil europeus maiores de 15 anos nos 27 estados-membros, indica que 55% dos entrevistados defendem a diversidade étnica, mas com o "forte desejo" de manter suas próprias raízes culturais.Essa tendência foi mais forte entre os novos membros do bloco, como Polônia (75%) e República Checa (74%)."Em geral, pessoas jovens, com nível de educação mais alto e que vivem em cidades grandes, tendem a considerar a diversidade como um benefício à vida cultural do país", avaliou a pesquisa.O estudo mostra ainda que a maioria dos cidadãos que defende a idéia da diversidade étnica vive em países onde o contato com estrangeiros é mais freqüente: Luxemburgo, Irlanda, Grã-Bretanha e Áustria. Nesses países, mais de 75% dos entrevistados afirmaram ter tido contato com alguém de outra etnia, cultura ou religião na semana em que a pesquisa foi realizada.Os cidadãos de Malta, Chipre, Bulgária e Romênia foram os que mais consideraram que o intercâmbio cultural não é importante para suas vidas ou seus países.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.