Instituto Tomie Ohtake é lançado com festa

Uma festa para cerca de 2 mil pessoas em Pinheiros celebra amanhã o lançamento da estrutura do Instituto Tomie Ohtake, na Avenida Faria Lima, onde ficará sediada a nova instituição. Com décor de Vik Meirelles e aperitivos por conta de Nina Horta, a festa comemora também os 87 anos da artista plástica japonesa.Tomie completou 87 anos no dia 21. Nascida em Kioto, no Japão em 1913 e residente no Brasil há 60 anos, ela é uma das mais importantes artistas em atividade no País e expôs recentemente uma instalação nova no Paço das Artes, na Universidade de São Paulo. Para muitos críticos, ela é uma das artistas que procuram em sua carreira decodificar a essência estética da cultura tradicional japonesa.Patrocinado pelo Grupo Aché, o complexo arquitetônico que será erguido na nova Avenida Faria Lima, na extremidade de Pinheiros, tem projeto do filho de Tomie, o arquiteto Ruy Ohtake e é constituído de dois edifícios para escritórios. Um tem a forma de um trapézio invertido e oito andares, de frente para a Avenida Pedroso de Morais.Objetivos - O outro tem 22 andares e acesso pela Avenida Nova Faria Lima, onde se localizarão os centros de convenções e cultural - a atividade propriamente dita do Instituto Tomie Ohtake.O centro cultural terá 11 salas para exposições permanentes e temporárias de artes visuais, com destaque para mostras de arte contemporânea. Também disporá de salas de aulas e workshops, um teatro experimental de 750 lugares, com platéia e palco flexíveis, além de bar, restaurante, livraria e loja de design.A idéia do grupo que patrocina o projeto - denominado Ohtake Cultural - é promover apresentações artísticas nacionais e internacionais, além de mostras de pintura, escultura, arquitetura, design, instalações, performances e peças de teatro e mostras de artes cênicas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.