Instituto Cervantes terá mais sete centros culturais no País

O Instituto Cervantes informou nesta sexta-feira que contará em breve com mais sete centros culturais no Brasil para "atender à grande demanda de aprendizagem de espanhol entre a população brasileira".A abertura de novos centros será possível graças a um convênio de colaboração assinado pela secretária de Estado de Cooperação Internacional, Leire Pajín, e pelo diretor do Instituto Cervantes, César Antonio Molina. O acordo atribui ao Cervantes seis Centros Culturais da Agência Espanhola de Cooperação Internacional (Aeci) no Brasil.O Instituto Cervantes informou em comunicado que os centros serão instalados em Brasília, Curitiba, Porto Alegre, Recife, Florianópolis e Belo Horizonte. Além destes, outro novo centro cultural entrará na lista, em Salvador.Os três primeiros centros e o de Salvador serão oficialmente inaugurados no início do próximo ano.Há previsão de que o centro de Recife seja aberto em 2007 e os de Florianópolis e Belo Horizonte em 2008, de modo que o processo será realizado gradativamente e de acordo com o calendário dos cursos acadêmicos, afirma a nota.Com isso, o Instituto Cervantes aumentará de forma exponencial sua presença no Brasil, onde, no momento, conta com centros em São Paulo e no Rio de Janeiro.O objetivo é atender à grande demanda de aprendizagem de espanhol no País, onde calcula-se que nos próximos anos serão necessários cerca de 200 mil professores de espanhol após a entrada em vigor de uma lei que obriga as escolas a oferecem aulas do idioma no Ensino Médio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.