Ingleses tomam aviso de gato perdido por obra de arte

Há três anos, Tracy Emin chamou a atenção da crítica ao exibir na prestigiada Tate Gallery, como obra de arte, sua própria cama, suja e desarrumada, com camisinhas e garrafas vazias de vodka por cima. Por essas e por outras, seu nome ficou famoso. Tão famoso que, agora, Emin não consegue fazer com que levem a sério um aviso trivial: seu gato Docket está perdido; se alguém encontrar, é favor entrar em contato.Emin espalhou cartazes por Londres, mas os ingleses estão achando que é mais uma das suas. Conforme reportagem do The Times, em sua edição desta quinta, as pessoas estão arrancando e se apoderando dos avisos na esperança de que, como arte, tenham algum valor. A galeria londrina White Cube, que expõe o trabalho de Emin, informou que os cartazes não passam de cartazes. "Não é uma obra conceitual, não tem nada a ver com arte", disse uma assessora.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.