Indústria global de entretenimento bate recorde

Superando a debilidade na economia mundial, o aumento das despesas militares e de segurança, a prolongada preparação para o conflito seguida pela guerra no Iraque, e a epidemia de Sars, os gastos da indústria global de entretenimento e mídia ultrapassarão US$ 1,1 trilhão em 2003, crescendo 3,7% sobre 2002, segundo a PricewaterhouseCoopers. Se for mantido esse avanço, a PricewaterhouseCoopers prevê que as despesas globais com entretenimento e mídia atingirão um recorde de US$ 1,4 trilhão em 2007, com uma taxa de crescimento anual composta de 4,8% pelos próximos cinco anos. Essas previsões foram publicadas na última edição da publicação anual PricewaterhouseCoopers.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.