Indonésia proíbe show de Lady Gaga

A polícia da Indonésia, país muçulmano com 240 milhões de praticantes do islamismo, proibiu show da cantora pop Lady Gaga na cidade de Jacarta, qualificando-a como "satânica". Islamistas se queixaram da artista, militante de direitos dos homossexuais. Uma manifestação com cerca de 30 mil pessoas ocorreu na semana passada pedindo a anulação do concerto de Lady Gaga, previsto para o dia 3 de junho. Mais de 50 mil entradas já haviam sido vendidas para a apresentação. A produtora do evento decidiu não comentar o fato. "Sua atitude é muito sexy e erótica", afirmou um porta-voz da polícia de Jacarta. / AFP

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.