Individual de Roger Ballen traz oito séries do fotógrafo

O fotógrafo Roger Ballen nasceu em 1950, em Nova York, e se mudou para Joanesburgo, na África do Sul, levado pelo casamento e o ofício de geólogo, há 30 anos. Testemunhou, assim, o fim do apartheid, a libertação e a eleição de Nelson Mandela, as transformações econômicas que elevaram o país de maioria pobre à condição de emergente.

AE, Agência Estado

09 de novembro de 2012 | 11h17

No entanto, as lentes de Ballen, formado primeiro em psicologia, não convergiram para as macromudanças, e sim para o indivíduo e suas vozes interiores. "Meu trabalho sempre teve uma base psicológica", disse Ballen, em entrevista no Museu de Arte Moderna (MAM) do Rio, horas antes da abertura de sua primeira grande mostra na América Latina, um mês atrás. Desde então, 16 mil pessoas passaram por lá.

"As fotos são afirmações sobre a condição humana, com as quais outras pessoas se identificam, e que as desafiam em diferentes níveis. Não acho que se esqueçam facilmente das minhas fotos. Para ser importante, a arte tem de expandir a mente das pessoas, é esse o seu propósito. De nada valeria fotografar esse lindo pôr de sol do Rio."

Com Transfigurações - Fotografias (1968-2012), em cartaz até 2 de dezembro, o Rio se insere no circuito de cidades que vêm celebrando Ballen em retrospectivas (Nova York, Madri, Oslo, Manchester...)

Motivadas pelos 60 anos do artista, os 40 da produção e a maturidade de seu estilo, elas apresentam um panorama jamais visto das diferentes séries, todas em preto e branco.

No Rio estão oito séries, "pedaços de seu quebra-cabeça", do início da idade adulta aos dias de hoje, nascidas de um artista que nunca teve interesse pela fotografia comercial. "Como artista, você nunca completa o quebra-cabeça. Seria desistir".

MAM - ROGER BALLEN - TRANSFIGURAÇÕES, FOTOGRAFIAS 1968 - 2012.Av. Infante Dom Henrique, 85, Parque do Flamengo, Rio, tel. 21 2240- 4944. 3ª a 6ª, 12h/18h. Sáb. e dom., 12h/19. R$ 12 (4ª grátis). Até 2/12

As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Tudo o que sabemos sobre:
fotografiaRoger Ballen

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.