Indie - Os enigmas geniais de Kevin Shields

MY BLOODY

O Estado de S.Paulo

09 Fevereiro 2013 | 02h08

VALENTINE

MBV Independente

Preço: 9,99 (iTunes)

EXCELENTE

Kevin Shields (foto), do My Bloody Valentine, demorou duas décadas para lançar um disco. Doidices de gênio? Possivelmente. Loveless, o último, custou mais de 200 mil libras, quase levou o selo Creation Records à falência, vendeu pouco, e tornou-se um dos pilares do indie rock contemporâneo. É um disco tão venerado que os fãs da banda causaram uma pane no site, quando mbv, o primeiro disco em vinte e dois anos, foi lançado pouco antes da meia noite, no sábado passado. E se Shields é gênio maluco, faz sentido que mbv seja a obra prima enigmática que é. Musicalmente, pouco tempo se passou entre Loveless e mbv. Shields ainda é um mestre em sobrepor camadas de distorção com sua Fender Jaguar. Em She Found Now, guitarras borbulham como espuma de onda na areia. Faixas transitam enigmaticamente, entre ambient music, shoegaze, e rock. E a única narrativa do início ao fim é o inesperado. Harmonias errantes são justapostas por letras incompreensíveis, metal desaba em drum n' bass. Discaço. / R.N.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.