Imagem Cristina Padiglione
Colunista
Cristina Padiglione
Conteúdo Exclusivo para Assinante

Indicação ao Emmy amplia vendas de Avenida Brasil para 124 países

A indicação de Avenida Brasil ao Emmy International de novela, anunciada em Cannes, na última segunda-feira, não atraiu apenas curiosos ao estande da Globo no MipCom, feira de TV que ocorreu na cidade francesa, na semana passada. A Globo de fato fechou a semana com notável salto nas exportações do folhetim de João Emanuel Carneiro. O enredo em torno do Divino chegou em Cannes com saldo de 107 países e 14 línguas. E saiu de lá com mais 17 vendas, alcançando então 124 países e agora 17 idiomas.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

14 de outubro de 2013 | 02h09

Carminha, Nina, Tufão e Leleco já "falam" inglês, espanhol, grego, polonês e francês, entre outras línguas. A produção foi licenciada para mais de 57 países da África e países do Oriente Médio. Foi em junho, ao superar os números de Da Cor do Pecado, do mesmo João Emanuel Carneiro, que Avenida Brasil se estabeleceu como a novela mais vendida da história da Globo. Atualmente, ela está no ar na Hungria, Grécia e Croácia. Na vizinhança latina, é exibida também no Panamá, Equador, Uruguai , Venezuela, Costa Rica e Chile, onde é um dos assuntos mais comentados no Twitter.

Em Portugal, pela SIC, foi líder do horário e um dos programas mais assistidos do país.

O terceiro lugar no ranking das novelas mais vendidas da Globo é de Terra Nostra, de Benedito Ruy Barbosa. Glória Perez ocupa as duas posições seguintes, com O Clone e Caminho das Índias. A Escrava Isaura, adaptação de Gilberto Braga para o romance de Bernardo Guimarães, que por mais de duas décadas foi a campeã, fica agora em 6º lugar nas exportações.

Tudo o que sabemos sobre:
Cristina Padiglione

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.