Incêndio atinge depósito de obras de arte em Londres

Um incêndio pode ter destruído obras da coleção de Charles Saatchi, uma das maiores em arte moderna da Grã-Bretanha. O fogo atingiu ontem um depósito na região leste de Londres. Supõe-se que o local guardava diversas pinturas e esculturas dos principais artistas britânicos. Entre as obras que podem ter se perdido estão Hell, dos irmãos Chapman, e Everyone I Have Ever Slept With, de Tracy Emin. "Estamos esperando a confirmação final", diz um assessor do famoso colecionador. "Charles está devastado."O armazém pertence à Momart, uma das maiores empresas em armazenamento e transporte de bens. Entre seus clientes estão a Tate Gallery, a National Gallery e o Palácio de Buckingham. Carole Hastings, diretora da empresa, dá poucas esperanças. Diz que, pela proporção do incêndio, não deve haver muito o que recuperar do depósito. Não indica, porém, quais as obras ou clientes envolvidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.