IMS expõe fotos de Rio e SP antigos

O Instituto Moreira Salles (IMS)inaugura a exposição Guilherme Gaensly e Augusto Malta: DoisMestres da Fotografia Brasileira no Acervo Brascan - 100 Anos noBrasil, uma maneira de mostrar a recente doação da empresa de origem canadense ao IMS. A Brascan está instalada no País desde 1899, quando iniciou o programa de eletrificação de São Paulo e,posteriormente, do Rio. A Brascan contratava fotógrafos paradocumentar suas atividades no Brasil, mas, certamente, osregistros não deixavam de ser também um testemunho daspaisagens urbanas de cada uma das épocas - de 1899 a 1980, um amplo material de valor histórico. Esses registros fotográficos transformaram-se em umacoleção de aproximadamente 16 mil imagens. Muitas delas foramrealizadas pelos fotógrafos Guilherme Gaensly e Augusto Malta,agora presentes na exposição. O primeiro de origem suíça,trabalhou em Salvador na década de 1860 e depois foi um dosfotógrafos que mais captaram a cidade de São Paulo até 1925, e osegundo, de origem alagoana, fez um denso registro sobre o Riode Janeiro. A exposição contempla as duas cidades e mostra seusprocessos de modernização a partir das atividades da Brascan. Osbondes elétricos instalados a partir dos 1900, por exemplo, sãohoje vistos nas fotografias mais como um complemento para oentendimento da paisagem e da vida do início do século 20 do quecomo um meio de transporte urbano que na época podia ser considerado de massa. O mesmo ocorre quando se vê os postes deiluminação pública na deserta Avenida Delfim Moreira, no Rio de1919, paisagem captada por Augusto Malta, ou no registro da cenaem que diversos cidadãos paulistanos observam, em 1900, acolocação de trilhos na Ladeira São João, esquina com a RuaLíbero Badaró, em São Paulo, imagem de Gaensly.Guilherme Gaensly e Augusto Malta: DoisMestres da Fotografia Brasileira no Acervo Brascan - 100 Anos no Brasil - De terça a sexta, das 13 às 19 horas; sábado e domingo, das 13 às 18 horas. Instituto Moreira Salles. Rua Piauí, 844, São Paulo. Tel.: (11) 3825-2560. Até 6/4.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.