Impulsionada por CDs, venda de músicas cai 10% em 2007

Vendas digitais subiram cerca de 40% em 2007, mas não foi o bastante para compensar queda dos CDs

KATE HOLTON, REUTERS

24 de janeiro de 2008 | 10h48

A venda mundial de músicas caiu cercade 10 por cento em 2007, apesar do aumento das vendas digitais,e os provedores da Internet terão de agir para ajudar aindustria a combater a pirataria, afirmou um grupo do setornesta quinta-feira. As vendas digitais subiram cerca de 40 por cento em 2007,segundo o grupo IFPI, mas isso não foi o bastante paracompensar a forte queda na venda de CDs, o que deve significaruma queda de 10 por cento no mercado geral em 2007. Para responder à queda, a indústria fonográfica estápedindo aos provedores de Internet um maior controle sobre ocompartilhamento ilegal de arquivos, desconectando quem colocamúsicas na rede repetidas vezes ou bloqueando downloads ilegaisde faixas. Muitos provedores se mostraram relutantes até o momento emse engajar na questão, mas a indústria espera que isso possamudar com uma medida do presidente francês Nicolas Sarkozy parabloquear o acesso à rede dos usuários que baixam músicas efilmes ilegalmente da Internet com frequência. "É difícil convencer qualquer um a ser um pioneiro naquestão, mas o que temos com o governo francês é um governomuito enérgico e compreensivo sobre a importância da indústriamusical francesa para a economia e cultura francesa", afirmou opresidente-executivo da IFPI, John Kennedy, à Reuters. "Essa liderança mostra que não é tão terrível ouproblemático como as pessoas pensam", disse ele numaentrevista. A campanha da indústria fonográfica também foi incentivadapor uma sentença na Bélgica que ordenou um provedor de Interneta bloquear o compartilhamento ilegal de arquivos -- apesar doprovedor estar recorrendo --, enquanto na Grã-Bretanha ogoverno afirmou que pode impor uma legislação se ambos os ladosnão chegarem a um acordo. O período de negociação expirou no fim de 2007. A indústria da música afirma que foi forçada a tomarmedidas legais depois que o excesso de pirataria na Internetgolpeou seu tradicional modelo de negócios.

Tudo o que sabemos sobre:
TECHMUSICAVENDAS

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.