Império dos sentidos do novo século?

É um dos filmes mais bizarros que você poderá ver nesta Mostra. Caterpillar ganhou o prêmio de melhor atriz (Shinobu Terajima) no Festival de Berlim, em fevereiro. No insólito - e poderoso - drama de Koji Wakamatsu, herói de guerra volta para casa reduzido a um tronco - sem braços, pernas, destituído de fala. Para a militarista casta que controla o Japão, ele tem de ser cultuado como o soldado-Deus. É assim, no lugarejo em que vive com a mulher.

Luiz Carlos Merten, O Estado de S.Paulo

27 de outubro de 2010 | 00h00

Reduzido a nada, o herói compensa a própria dor - e a frustração - por meio de uma atividade sexual incessante. É a única coisa que funciona bem, seu pênis. E, para manter a disposição, ele precisa comer (muito), numa época de racionamento de víveres.

Wakamatsu ama os temas polêmicos. United Red Army, de 2007, trata da guerrilha urbana. Caterpillar talvez seja O Império dos Sentidos dos anos 2000. A câmera não fica presa só no casal de protagonistas e nos jogos que esgotam a mulher. O filme retrata toda uma sociedade, toda uma época. Prepare-se.

CATERPILLAR

Unibanco Arteplex 3 - Hoje, 20h. Cinusp - Sexta, 16h. Cine Livraria Cultura 1 - Sábado, 15h30. Unibanco Arteplex 5 - Segunda, 18h20

Unibanco Arteplex 4 - Terça, 19h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.