Impasse marca o conselho

Maria Carolina Nemirovsky de Moraes Leme, de 20 anos, neta dos colecionadores José e Paulina Nemirovsky, já falecidos, tornou-se a presidente do conselho da fundação que leva o nome de seus avós e detentora de uma coleção de arte avaliada em cerca de R$ 100 milhões. No dia 27 de julho, o advogado Arnoldo Wald Filho renunciou ao cargo de presidente do conselho da entidade ao enviar carta sobre sua decisão ao promotor e curador de fundações do Ministério Público do Estado de São Paulo, Airton Grazzioli. Maria Carolina, secretária do conselho, tornou-se, automaticamente, a atual presidente.

Camila Molina, O Estado de S.Paulo

05 de agosto de 2011 | 00h00

"A fundação não é mais meu problema", afirmou Wald Filho, negando que sua decisão tenha sido manobra para que a família dos colecionadores chegasse ao principal cargo do conselho da entidade. "Estou com sobrecarga de trabalho e de viagens e não teria condição de seguir", disse. Além de Maria Carolina, são membros do conselho a filha dos Nemirovsky, Beatriz Pistrak Nemirovsky Moraes Leme, e seus filhos Gabriel, de 20 anos e Bettina, de 18.

Segundo Paulo Leme, marido de Beatriz e que responde pela família, o promotor Grazzioli ainda não se manifestou sobre a troca automática da presidência da fundação. Também não está marcada reunião do conselho para definir a entrada do novo ocupante da vaga deixada por Wald Filho. Procurado pelo Estado, Grazzioli não foi encontrado até o fechamento da edição. "No momento, a família sente a fundação bem acolhida na Pinacoteca. Queremos apenas uma nova disposição das obras, mas aguardamos as diretrizes do promotor", afirma Leme. A Fundação José e Paulina Nemirovsky, com sua valiosa coleção com 276 obras, está abrigada em regime de comodato na Estação Pinacoteca.

Na atual situação, está equilibrada a composição de membros do conselho da instituição: além dos quatro membros da família, estão Celita Procópio de Carvalho (da Faap); os empresários João Carlos Camargo e Paolo Kauffmann; e Dráusio Barreto, secretário de serviços da Prefeitura de São Paulo. Pelo estatuto, a família Nemirovsky tem de ser minoria. Leme assegura que o ex-ministro da Casa Civil, José Dirceu, condecorado patrono da entidade, não vai ocupar a vaga de Wald Filho.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.