Imax está de olho na China

CINEMA

, O Estado de S.Paulo

19 Julho 2010 | 00h00

A companhia mundial canadense Imax, que lidera o sistema de cinema em formato panorâmico, pretende transformar a China em seu segundo mercado mais importante do mundo, somente atrás dos Estados Unidos. Segundo informou o jornal oficial China Daily, a empresa quer dobrar nos próximos anos o número de salas no país asiático até 2012. Ainda, em junho, a firma anunciou um acordo com a produtora local Huayi Bros Media Corp. para a criação do primeiro longa-metragem em formato Imax de fala não inglesa, o projeto Aftershock, do diretor chinês Feng Xiaogang. O filme está previsto para estrear na quinta-feira.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.