Imagens de Portinari são cedidas para o "Fome Zero"

O direito de uso de 12 imagens, entre elas três dos quadros mais famosos do pintor brasileiro José Cândido Portinari - Os Retirantes, Menino Morto e Enterro na Rede, que pertencem ao acervo do Museu de Arte de São Paulo(Masp) - foi cedido hoje pelo filho do pintor, João Cândido Portinari, para o Programa Fome Zero, anunciado como prioridade dogoverno do presidente eleito Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Todas as imagens cedidas têm temas relativos a fome e miséria, que marcam toda a obra do pintor. Um grupo de imagens, que João Portinari considera o mais sugestivo, traz estudos desenvolvidos pelo pintor com a criança morta nas mãos damãe, no quadro Os Retirantes. As imagens foram entregues ao coordenador do programa Fome Zero, José Graziano da Silva. João Portinari, que dirige a Fundação Portinari, detentora dos direitos autorais da obra de Portinari, afirmou que caso oscoordenadores do programa desejem, poderão lançar mão de qualquer outra obra do pintor. "Escolhi as mais significativas paratrazer ao professor Graziano, mas a liberdade de escolha é dele", informou Portinari. "Tenho certeza que, se meu pai estivessevivo, teria tomado a mesma decisão. Até os últimos dias de sua vida ele foi um homem preocupado e dedicado aos problemassociais". Cândido Portinari, um dos mais importantes pintores brasileiro, morreu em 1962 e, no ano que vem, comemora-se seu centenário.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.