Igreja católica inglesa alerta sobre uso excessivo de emails

A igreja católica da Inglaterra está preocupada que o uso excessivo de emails e mensagens de texto por celulares esteja criando laços superficiais e minando a vida em comunidade.

REUTERS

02 de agosto de 2009 | 09h54

Vincent Nichols, arcebispo de Westminster, afirmou em uma entrevista ao Sunday Times que os sites populares de relacionamento levaram os jovens a "relações transitórias", que os colocam em risco de cometer suicídio quando terminam.

"A amizade não é uma commodity, a amizade é algo que dura quando é verdadeira e implica trabalho duro", acrescentou.

"Acho que há uma preocupação de que o uso excessivo, ou quase exclusivo, de textos e emails signifique que nós, como sociedade, estamos perdendo parte da habilidade de construir a comunicação interpessoal que é necessária para vivermos juntos e construirmos uma comunidade."

O arcebispo, de 63 anos, afirmou que o uso excessivo de informação eletrônica está "desumanizando".

(Por Michael Holden)

Tudo o que sabemos sobre:
TECHIGREJACRITICAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.