Idosa de 92 anos é presa por tráfico em Madri após sair de SP

Uma idosa de 92 anos de cadeira de rodas foi presa no aeroporto de Barajas, em Madri, por tráfico de drogas quando tentava tomar um voo com vários pacotes de cocaína colados ao corpo, infirmou a guarda civil nesta segunda-feira.

REUTERS

19 de outubro de 2009 | 12h41

A mulher chegou à capital espanhola na sexta-feira em vôo proveniente de São Paulo, acompanhada por outra mulher de 44 anos de nacionalidade uruguaia, ambas com destino à ilha canária de Tenerife.

O comportamento das mulheres levantou suspeita dos agentes e, quando estes se dispuseram a realizar o controle de busca de substâncias, a acompanhante da idosa deu início ao que os policiais chamaram de "barulho enlouquecedor".

Depois do registro, os agentes descobriram que a idosa portava vários pacotes aderidos a diferentes partes do corpo, numa soma total de 4,3 quilos de cocaína.

A guarda civil posteriormente prendeu a acompanhante, que tentava fugir do aeroporto para evitar ser detida.

(Reportagem de Raquel Castillo)

Tudo o que sabemos sobre:
ODDTRAFICOIDOSA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.