'Ídolos Kids' dará chance às crianças que sabem cantar

As crianças também terão vez nos realities de calouros no show business. A Record estreia nesta quarta-feira, às 21h30, a primeira edição do "Ídolos Kids", em que participantes entre 5 e 12 anos disputarão a fama e um prêmio de R$ 100 mil.

AE, Agência Estado

04 de setembro de 2012 | 11h02

Com jeito de bom moço, Cássio Reis foi escalado para o comando. "Tenho de lidar com pais sonhadores, alguns deles malucos. As crianças nunca lidaram com essas emoções, de levar um ''não''", analisa o apresentador. O corpo de jurados é formado pelo produtor musical e ex-Dominó Afonso Nigro, a cantora Kelly Key e o roqueiro João Gordo, que jura não estar aterrorizando as crianças com suas tatuagens e piercings. "A criançada me adora. Quem tem medo de mim é por causa dos pais, que se referem a mim como ''aquele gordo drogado e prostituído''", brinca o integrante do "Legendários", que sofreu ao ter de ouvir tantos candidatos cantando canções de Luan Santana. "Sofri, mas aprendi todas essas músicas".

Afonso Nigro acredita que a maior dificuldade é encarar a expectativa dos pais dos participantes. "Das crianças que vêm aqui, 99% não sabem o que estão fazendo. E você vê que o peso está na criança. Se elas cantam uma música com letra que fala de sexo, pedimos uma segunda opção", conta. De bobos, entretanto, os pequenos não têm nada. "Recebi várias cantadas", garante Kelly Key. As informações são do Jornal da Tarde.

Tudo o que sabemos sobre:
RecordÍdolos Kids

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.