<i>Comediantes em Pé de Guerra</i>, no Espaço Parlapatões

Que São Paulo virou um grande palco para a comédia stand up ninguém duvida. A fórmula importada dos Estados Unidos, que dispensa caracterização e cenário, colocando o comediante em primeiro plano diante da platéia, possui vários discípulos por aqui e até um clube de humoristas. Mas o Espaço Parlapatões, no centro, resolveu colocar alguns dos principais representantes do gênero em pé de guerra. Calma, não se trata de um embate entre artistas. Seria mais trágico do que cômico. A idéia de Comediantes em Pé de Guerra, que começa nesta quarta-feira, às 23 horas, é disparar a metralhadora verbal contra um determinado tema, pessoa, assunto ou instituição para a diversão do público.Guilherme Urzeda, que atualmente integra o elenco da Terça Insana, é o primeiro da lista. Ele vai ?brigar? com os prosaicos problemas do dia-a-dia, como o preço do estacionamento e alto valor dos desodorantes, fato que incentiva o mal cheiro da Cidade.?Para mim é uma honra abrir o projeto. Sou amigo dos Parlapatões e fã do trabalho deles?, explica o comediante que acredita que a Terça Insana dá bastante visibilidade para novos talentos. ?Eu não sou tão jovem assim, tenho 35 anos, mas na arte do stand up, estou começando?, conclui.A apresentação é gratuita e Comediantes em Pé de Guerra já tem a escalação do mês de março: no dia 7, Marcelo Mansfield; dia 14, Murilo Flores; dia 21, Fafi Prado e dia 28, Patrícia Gaspar. Comediantes em Pé de Guerra. Com Guilherme Urzeda. Espaço Parlapatões. Praça Franklin Roosevelt, 158. 3258-4449. Hoje, às 23 h. Entrada Gratuita.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.