Ibope faz parceria com japoneses para medir audiência de TV móvel

A partir de novembro, o Ibope começa a montar uma mostra com 2 mil pessoas em São Paulo para finalmente iniciar uma bateria de testes destinados à medição da TV ao vivo vista em celulares e aparelhos android. O painel não vai distinguir marca de eletroeletrônicos e deverá incluir exemplares de todas as empresas - no ano passado, o Ibope chegou a ensaiar uma parceria, só para testes, com a Samsung.

Cristina Padiglione, O Estado de S.Paulo

13 de agosto de 2012 | 03h11

A nova tentativa de alcançar êxito numa demanda já manifestada pelo mercado publicitário e por emissoras de TV aberta vem do Japão, mais precisamente, da empresa Video Research, com a qual o instituto brasileiro acaba de selar parceria. Enquanto a Nielsen continua buscando uma fórmula própria para tanto, adotando nos Estados Unidos a velha fórmula de cadernos de pesquisa, o instituto brasileiro resolveu fechar negócio com os japoneses, que já adotam a tecnologia lá em uso desde 2009.

À coluna, a diretora do Ibope Dora Câmara contou que o Ibope acaba de homologar a parceria. "A gente agora está fazendo uma série de testes internamente para ver como essa tecnologia poderá ser aplicada aqui", diz Câmara. "Há uma série de adaptações que precisaram ser feitas". Segundo a diretora, a metodologia funciona apenas para aparelhos com sistema operacional android com televisor de sinal digital.

Outros estudos, voltados para a televisão via streaming, vêm sendo realizados à parte. "Queremos capturar todas essas navegações em alternativas integradas, No momento, nosso foco é a televisão digital no celular."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.