Humor dá o tom nos palcos de SP

Um imperador macedônio que encontra uma estátua em sua trajetória para conquistar o mundo; uma cantora e uma pianista que contam a história de um transexual que comanda um cabaré, em Berlim; e a confusão provocada entre dois casais motivada pela troca de cartões que acompanham flores - assuntos tão diversos marcam as estréias do fim de semana no teatro, mantendo o humor como fio condutor.Com Sardanapalo, no Teatro Brasileiro de Comédia, o grupo Parlapatões, Patifes & Paspalhões retoma o primeiro grande sucesso de sua carreira, montado pela primeira vez em 1993. O texto foi reescrito e atualizado por Hugo Possolo para participar do 5.º Cultura Inglesa Festival, mas continua recheado de brincadeiras, jogos circenses e músicas irreverentes para contar a história do imperador Alexandre, o Grande, que, em sua trajetória para conquistar o mundo, encontra a estátua de Sardanapalo. Uma das novidades mais inusitadas é a presença de um jumento, Coragem, que interpreta o cavalo Bucéfalo.Também no TBC, o espetáculo Kabarett inova ao ter, a cada semana, a participação de um ator convidado. Neste fim de semana, a presença será de Grace Gianoukas e, nas semanas seguintes, os convidados serão Jairo Matos, Bete Dorgan, Marcelo Mansfield e Ângela Dip. Com clima à luz de velas, muito vinho e números musicais, o público participa da que será a última noite de funcionamento de um cabaré. Escrita e dirigida por Kleber Montanheiro, a peça é inspirada nos filmes Anjo Azul, Bent e Lili Marlene. Outra novidade será o horário das apresentações: às sextas e aos sábados, à meia-noite, e, aos domingos, às 20 horas.No palco do Teatro Itália entra em cena a comédia Dia dos Namorados, em que dois casais culturalmente diferentes - enquanto um discute música clássica o outro não dispensa a dobradinha churrasco e futebol nos fins de semana - têm em comum o hábito de comemorar datas especiais como, por exemplo, o dia dos namorados. É nessa ocasião que a confusão se arma quando as flores são entregues com cartões trocados. "O objetivo é mostrar que as pessoas não devem dar atenção ao relacionamento somente em datas predeterminadas", explica o diretor Regis Faria.Escrita e protagonizada por Reginaldo Faria, a peça ainda conta com a participação dos atores Thierry Figueira, Nina Morena, Lorena da Silva e Leandro Hassum. Essa é a segunda vez que Regis trabalha ao lado do pai no teatro. "A primeira foi no espetáculo Em Nome do Filho, em 1995. Queria produzir um texto que se identificasse com minha proposta e, coincidentemente, o do Reginaldo era perfeito", garante Faria. A cenografia é de Mina Quental e a iluminação ficou por conta de Renato Machado.Kabarett. Musical. Texto e direção Kleber Montanheiro. Duração 60 minutos. Sexta e sábado, à meia-noite; domingo, às 20 horas. R$ 20,00. TBC - Sala Assobradado. Rua Major Diogo, 315, tel. 3115-4622. Até dia 29/7Sardanapalo. Comédia. Texto e direção Hugo Possolo. Duração: 80 minutos. De quinta a sábado, às 21 horas; domingo, às 20 horas. R$ 15,00 (quinta e sexta); R$ 20,00 (domingo) e R$ 25,00 (sábado). TBC - Sala TBC. Rua Major Diogo, 315, tel. 3115-4622. Até 8/7Dia dos Namorados. Comédia. De Reginaldo Faria. Direção Regis Faria. Duração 80 minutos. Sexta, às 21h30; sábado, às 21 horas; domingo, às 20 horas. R$ 20,00 e R$ 25,00 (sábado). Teatro Itália. Avenida Ipiranga, 344, tel. 257-9092. Até 2/9.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.