Hotel Lycra abre galeria com obras de Leonilson

O Hotel Lycra, espaço recém-inaugurado na Rua Oscar Freire, abre sua galeria com a exposição A Moda e Leonilson, que reúne desenhos, bordados e objetos pessoais do artista que morreu há 10 anos, dia 28 de maio de 1993. A exposição, com curadoria de Ricardo Resende, é a primeira de uma série de eventos que serão realizados neste ano, justamente para marcar uma década de sua morte. Leonilson, um dos artistas que despontaram na década de 80, cresceu no ateliê de costura de sua família e, além disso, seu pai tinha lojas de tecidos. Bordados e costuras eram marcas do artista cearense. "O ato de costurar à mão, bordar, dar o ponto, errar, cortar e refazer foram fonte de prazer e permitiram momentos de introspecção. O bordado não só unia os tecidos como uma simples costura, mas também funcionava como inscrição na qual o artista colocava toda sua carga emotiva. Os objetos de pano eram como ´orações´, na definição do próprio artista", escreve Resende. A Moda e Leonilson. Diariamente, das 10 à 1 hora. Galeria do Hotel Lycra®. Rua Oscar Freire, 1.055, tel. 3897-4400. Até 30/5. Abertura às 20 horas, para convidados

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.