Reprodução
Reprodução

Horário do enterro de Lady Laura ainda não foi definido

Sepultamento da mãe de Roberto Carlos depende do retorno do cantor ao Rio de Janeiro

Roberta Pennafort, O Estado de S.Paulo

18 de abril de 2010 | 11h19

O horário do enterro de Laura Moreira Braga, mãe do cantor Roberto Carlos, depende do retorno dele ao Brasil, que deve ocorrer só à tarde. Lady Laura, de 96 anos, morreu ontem às 18h27, no Hospital Copa D'Or. Roberto Carlos só pôde ser avisado horas mais tarde, porque estava no Radio City Music Hall, em Nova York, para um show da série internacional em que segue comemorando seus 50 anos de carreira.

Veja também:

linkLady Laura: discreta, modesta, religiosa

Segundo Ivone Kassu, assessora de imprensa do cantor, ele recebeu a notícia quando se preparava para cantar o bis. Roberto então se recolheu no camarim e seu maestro, Eduardo Lages, informou à plateia que o cantor não poderia mais cantar, por ter sido informado da morte da mãe.

Antes, ele homenageou mãe, sem saber da notícia. "Como vocês sabem, minha mãe estava doente, mas já está bem. E agora eu vou cantar a música que fiz para ela", disse. Lady Laura ficou nacionalmente conhecida com a música que o filho fez em sua homenagem: "Lady Laura, me leve pra casa/Lady Laura, me conta uma história/Lady Laura, me faça dormir", diz a letra.

 

Ela estava internada havia 18 dias, com quadro de infecção pulmonar. Ivone Kassu disse que o enterro deverá ser no Rio. Os irmãos de Roberto, Lauro, Carlos Roberto e Norma, esperam sua chegada à capital flumiense para defini-lo.

 

Discrição

 

Avessa a badalações, religiosa, modesta: assim era a discreta Lady Laura. Filha de português com cabocla, nascida em Mimoso (MG), a costureira Laura deixou a cidade natal já casada com o relojoeiro Robertino para ir morar em Cachoeiro do Itapemirim (ES).

 

Ela tinha aprendido a tocar violão quando adolescente e transmitiu o gosto pela música aos quatro filhos: Roberto Carlos, Lauro Roberto, Carlos Alberto e Norma. "Mostrei para os meus filhos as primeiras posições e ensinei-lhes notas como o lá maior, fá menor e assim por diante. A partir daí, o talento natural de Roberto se impôs", contou.

 

Filho caçula, o cantor tinha uma relação muito próxima com Laura. "Vivíamos quase sempre sem dinheiro, mas o que nos faltava em dinheiro minha mãe compensava em carinho e compreensão."

 

(Com Gustavo Chacra, correspondente em Nova York, e Jotabê Medeiros)

Mais conteúdo sobre:
Roberto CarlosLady Laura

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.