Homenagem ao pintor Liebermann

A Alemanha abriu duas exposições em homenagem ao pintor judeu Max Liebermann (1847- 1935), uma em Bonn e outra em Wannsee. A primeira foi inaugurada ontem, no Pavilhão Federal de Arte de Bonn. A de Wannsee abriu suas portas na semana passada e ocupa a mansão da família do artista, expropriada pelos nazistas durante a 2.ª Guerra. As duas mostras são complementares. Enquanto a de Bonn recria em múltiplas variações os jardins da residência do pintor em Wannsee, a exposição nessa cidade a 40 quilômetros de Berlim reúne marinhas pintadas na costa holandesa, onde Liebermann passou todos os verões entre 1871 e 1914. / EFE

, O Estado de S.Paulo

22 Abril 2011 | 00h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.