Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Homenagem ao passado, de olho no presente

KATE MCGARRY

O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2012 | 03h09

GIRL TALK

Gravadora: Palmetto

Preço médio: US$ 10,99

BOM

Uma ponte entre minha realidade contemporânea e a tradição jazzística que me ensinou tanto. A frase da cantora norte-americana Kate McGarry (foto) pode soar batida como um CD só de standards do "great american songbook". Mais um? Mas com Kate a pegada é outra. Esqueça clonagens/imitações baratas. Ela ouviu horas de entrevistas com suas cantoras favoritas: Sarah Vaughan, Anita O'Day, Shirley Horn, Nina Simone, Betty Carter, Sheila Jordan e, imaginem, Elis Regina. "Elas cantaram num momento em que as vozes e sonhos das mulheres eram silenciados ou desvalorizados. São o meu tipo de girl talk." Tudo aqui é novo. Dez faixas, dez viagens, por uma cantora que fez fama cantando de modo inteligente não só jazz mas o pop de Björk, Sting e the Cars. A guitarra "folk" de Keith Gance (em Charade), o teclado enxuto de Gary Versace, o ótimo contrabaixo de Reuben Rogers e a bateria precisa de Clarence Penn completam a gravação, emocionante do começo ao fim. O tributo a Elis surge em O Cantador, de Dori Caymmi, em dueto com outro cantor de exceção, Kurt Elling. / JOÃO MARCOS COELHO

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.