Homem que extorquiu Letterman é condenado a 6 meses de prisão

Um ex-produtor de TV que tentou extorquir 2 milhões de dólares do apresentador David Letterman foi sentenciado na terça-feira a seis meses de prisão, segundo a procuradoria de Manhattan.

REUTERS

04 de maio de 2010 | 18h07

Robert Joel Halderman, ex-produtor do programa "48 Hours Mystery", da CBS, declarou-se culpado em março, num acordo com os promotores para que as acusações fossem reduzidas.

Halderman havia ameaçado revelar relacionamentos de Letterman com mulheres que trabalhavam no programa de entrevistas do apresentador na CBS.

O juiz Charles Solomon, da Corte Suprema do Estado de Nova York, sentenciou Halderman, agora sob custódia, a seis meses na prisão municipal de Nova York, e em seguida a mil horas de trabalho comunitário.

O caso veio à tona em outubro, levando o apresentador, que é casado, a admitir os relacionamentos no seu "Late Show with David Letterman".

Na época em que se declarou culpado, Halderman afirmou sentir "grande remorso" e pediu desculpas a Letterman.

(Reportagem de Basil Katz)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTELETTERMANEXTORSAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.