Homem assume culpa de hackear fotos de celebridades nos EUA

Um homem da Flórida acusado de invadir contas de e-mails para acessar e distribuir fotos de celebridades nuas, incluindo Scarlett Johansson e Mila Kunis, concordou em assumir a culpa das acusações federais, afirmaram promotores na quinta-feira.

REUTERS

23 de março de 2012 | 09h43

Christopher Chaney, de Jacksonville, foi preso em outubro após uma investigação de 11 meses chamada "Operação Hackerazzi" do Federal Bureau of Investigation (FBI).

Ele foi acusado por 26 casos de crimes relacionados com a Internet por hackear e-mails da estrela de "Os Vingadores", Scarlett Johansson, e também da atriz Mila Kunis, de "Cisne Negro", e a cantora Christina Aguilera.

Outras vítimas foram identificadas apenas por suas iniciais, que incluíam B.P. e J.A.

As fotos de Johansson, de 27 anos, mostraram a atriz sem a parte de cima, com uma toalha, com a parte de trás do corpo exposto. Ela revelou em uma entrevista à revista Vanity Fair que as fotos foram tiradas para o seu então marido, ator Ryan Reynolds, quando eles ainda estavam casados.

As fotos que vazaram de Mila mostravam a atriz em uma banheira cheia de espuma, mostrando apenas o seu rosto.

(Reportagem de Dan Whitcomb)

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEHACKERCULPADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.