Holanda receberá 4 páginas do Diário de Anne

Um acordo entre o governo holandês e o atual proprietário do Diário de Anne Frank, Cornelis Suijk, resultaram na doação de quatro páginas inéditas do livro aos holandeses e uma doação de U$S 120 mil à Fundação Norte-Americana pela Educação sobre o Holocausto (HEF).Ex-diretor da Casa de Anne Frank em Amsterdã, Suijk afirmou ter recebido o material de Otto Frank, pai da escritora, em 1980 antes de morrer. As quatro páginas estão na casa Christie´s em Nova York e foram descobertas em 1998 pela imprensa holandesa. O diário foi escrito por Anne entre 1942 e 1944, período em que esteve escondida com sua família em uma casa em Amsterdã durante a ocupação nazista do país. Depois de ser descoberta, a família Frank foi presa e levada ao campos de concentração de Auschwitz e Bergen-Belsen, onde Anne morreria um ano depois de tifo, aos 15 anos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.