Hitler de cera danificado em julho retorna a museu de Berlim

O Museu Madame Tussauds de Berlimanunciou neste domingo que a estátua de cera restaurada deAdolf Hitler retomou seu lugar, depois que sua cabeça foiarrancada em protesto por um homem dois meses atrás, quando foicolocada em exibição. Apenas alguns minutos depois da inauguração da filial domuseu em Berlim, em julho, um ex-agente de polícia da cidadeentrou em choque com os guardas e ultrapassou o cordão desegurança para arrancar a cabeça da figura de cera do lídernazista. O Museu Madame Tussauds informou que a figura foirecolocada na sala, que é uma recriação de um lúgubre bunker noqual os visitantes podem ver a estátua através de janelas decristal, mas não podem tocá-la. A obra retrata um Hitler de aparência angustiada, olhandopara frente e com o cabelo ligeiramente desarrumado. O Hitler de cera provocou um acalorado debate na Alemanhaantes mesmo de ser exibido, em julho. Os críticos consideram demau gosto mostrar uma réplica do homem que desencadeou aSegunda Guerra Mundial e ordenou o extermínio dos judeuseuropeus. A direção da Madame Tussauds respondeu dizendo que o museuevita a política.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.