História política, por Chico Caruso

A história política do Brasil nosúltimos oito anos, e outros fatos importantes do esporte e dapolítica mundial são contados de maneira divertida sob o olhar,ou melhor, o traço do chargista Chico Caruso, no livro Era UmaVez FH - O Humor da História no Brasil de 1994 a 2002 (EditoraDevir/Jacaranda) que será lançado nesta terça-feira, às 19 horas, naLivraria da Vila, na zona oeste de São Paulo. Chico Caruso, irmão gêmeo do também caricaturista PauloCaruso, começou a ver seus desenhos publicados no fim dos anos60, na Folha da Tarde. Em 1976, aos 26 anos, ele ganhou oprimeiro lugar no Salão de Humor de Piracicaba, um dos muitosprêmios que ele acumulou durante a carreira. "Esse foi um dosmais importantes para mim, pois era o terceiro salão, estavacomeçando a trabalhar e recebi um bom dinheiro", conta Caruso."Na ocasião fui convidado a trabalhar na Isto É. Em 1978 fuipara o Jornal do Brasil e, em 1984, comecei a trabalhar emO Globo, onde estou até hoje." Suas boas sacadas e críticastambém ilustram o noticiário do Jornal Nacional. Em Era Uma Vez FH, o caricaturista reúne 700desenhos coloridos e acompanhados de textos que ajudam o leitora se localizar na história como, por exemplo, as alianças de FHem 1994; as copas de Ronaldão e Ronaldinho, de Luxemburgo aFelipão; a crise argentina; as mudanças no Banco Central; aviolação do painel do Senado e a queda de ACM; e a disputa doscandidatos pela Presidência este ano. No prefácio do livro, Luís Fernando Verissimo diz queChico vive no futuro. "Sabe aquele tempo que a gente imaginaquando diz ´um dia nós ainda vamos rir de tudo isso?´ O Chico jáestá lá, rindo de tudo isso", escreve. Para Verissimo, a maiorvantagem de Caruso sobre nós, que vivemos neste presenteirremediável, é que ele já teve tempo para pensar nosacontecimentos, descobrir o absurdo que nos escapou na hora, osignificado que na época ninguém notou, o humor no que pareciatriste e o trágico no que parecia apenas rotina".Serviço - Era uma Vez FH. De Chico Caruso. Devir Livraria. 160 páginas. R$43,00. Terça, das 19 às 22 horas. Livraria da Vila. RuaFradique Coutinho, 915, tel. (11) 3814-5811.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.