Hillary e Obama enfeitam presépios de Natal na Itália

Para quem procura algo diferente paraenfeitar seu presépio este ano, vá até Nápoles, na Itália, ondeencontrará réplicas em miniatura dos candidatos presidenciaisnorte-americanos para colocar ao lado do menino Jesus. A produção artesanal de bonecos para presépios é um grandenegócio em Nápoles, desde o século 18. Milhares de estatuetas de anjos, ovelhas, da Virgem Maria ede São José lotam as barracas nas feiras nesta época do ano,sendo compradas por quem procura uma maneira pessoal de relatara história do nascimento de Jesus. A tradição pede que o presépio vá sendo montado aos poucos,até a véspera de Natal, quando o menino Jesus é colocado namanjedoura, completando a cena. Como sempre, os produtores de estatuetas também oferecem aopúblico oportunidades de criar presépios mais divertidos,criando réplicas de personalidades que fizeram manchetesdurante o ano que passou. Este ano, estão sendo oferecidas estatuetas dos candidatospresidenciais dos Estados Unidos. Réplicas em miniatura doscandidatos democratas Hillary Clinton e Barack Obama sãooferecidas ao lado das dos candidatos republicanos John McCaine Rudolph Giuliani. "Eu fiz o presépio das primárias americanas", disse,orgulhoso, o artesão Gennaro di Virgilio, nas ruas apinhadas doBairro Espanhol. "As estatuetas são dos principais pré-candidatos dos EUA.Veja, temos Hillary Clinton, Obama, McCain e Giuliani. Masestou torcendo para Hillary ganhar. Acho que ela é uma dasfavoritas nos EUA. Seu marido é um grande homem." Outra estatueta muito procurada este ano é a do tenorLuciano Pavarotti, que morreu em setembro. Entretanto, apesar de muitos fazerem um esforço especialpara honrar a tradição dos presépios artesanais nas casas noNatal, é possível que tudo isso já não seja tão importantequanto antes para a geração mais jovem. "Gosto de presépios, mas prefiro a árvore de Natal",comentou Francesco, de 9 anos.

REUTERS

04 de dezembro de 2007 | 16h54

Tudo o que sabemos sobre:
GENTEPRESEPIOITALIA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.