Hillary e Obama disputam doações de Hollywood para campanha

Por Brooks Boliek LOS ANGELES (Hollywood Reporter) - A senadora Hillary Clinton pode estar liderando a corrida para financiamento a uma candidatura presidencial democrata, mas está longe de ser a queridinha de Hollywood, já que tem uma disputa acirrada com o rival Barack Obama pelos recursos da indústria do entretenimento. De acordo com uma análise das contribuições de campanha enviada à Comissão Eleitoral Federal por um centro de pesquisa, a campanha da senadora tinha angariado 2.141.609 dólares na indústria cinematográfica, musical e de TV nos primeiros nove meses de 2007. Esse total deu a ela uma leve vantagem sobre Obama, que atraiu 2.073.325 dólares no mesmo período, segundo a análise. Ambos os senadores obtiveram muito mais recursos dos executivos da indústria do entretenimento do que qualquer outro candidato. O ex-senador pela Carolina do Norte e ex-candidato a vice-presidente John Edwards atraiu 471.602 dólares. O senador republicano pelo Arizona John McCain teve o destaque no seu partido, com 390.016 dólares, superando o ex-prefeito de Nova York Rudolph Giuliani, que garantiu 360.001 dólares, mostrou a análise. Tanto Hillary como Obama têm sido beneficiados pelos grandes arrecadadores do show business. Entre as contribuições da indústria do entretenimento, os executivos associados à National Amusements --holding controlada pela Sumner Redstone-- deram a maior parte do dinheiro para doações a Hillary, com 192.185 dólares. Os executivos da Cablevision deram 129.513 dólares, enquanto os da Time Warner contribuíram com 125.870 dólares, de acordo com a análise. Em geral, Hollywood colaborou com 6.402.746 dólares para a campanha presidencial nos primeiros nove meses do ano.

REUTERS

19 Outubro 2007 | 14h44

Mais conteúdo sobre:
EUA HILLARYOBAMA HOLLYWOOD

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.