Henriette Jelinek ganha prêmio da Academia francesa

A escritora Henriette Jelinek recebeu hoje o Grande Prêmio de Romance da Academia Francesa por sua obra Le Destin de Iouri Voronine. Jelinek, nascida em Landas (sudoeste francês) em 1923 e formada em psicologia, ensinou literatura nos Estados Unidos e, desde 1968, se dedica à literatura.A obra que lhe levou ao prêmio conta as experiências de um velho emigrado russo que chegou aos Estados Unidos com sua esposa há cinqüenta anos e que viveu na pobreza de Chicago sem se integrar à sociedade americana. Na terceira rodada de votações do júri, a obra ganhadora, publicada pela editora Fallois, derrotou Magnus, de Sylvie Germain, e L´Antílope Blanche, de Valentine Goby. Le Destin de Iouri Vorodine é a décima quarta obra de Jelinek, que começou sua carreira literária com La Vache Multicolore.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.