Helio Bicudo entra com ação contra Gugu e o SBT

O vice-prefeito de São Paulo, Helio Bicudo (PT),entregou ontem representação ao procurador-geral da Justiça, Luiz Antônio Guimarães Marrey, pedindo a instauração deação penal, por crime de ameaça, contra o dono do SBT, Silvio Santos, o apresentador Gugu Liberato e o contra o repórterWagner Mafezzoli.Bicudo foi uma das personalidades ameaçadas por dois supostos membros do PCC, numa falsa entrevistalevada ao ar dia 7 no programa Domingo Legal no SBT. A entrevista foi apresentada por Liberato com assistência de Mafezzoli. O vice-prefeito assinala que os representados "não poderiam deixar de conhecer a gravidade dos fatos que transmitiram". Esse procedimento abriu espaço para que fosse alvo de violência, por parte de eventuais desafetos. O crime de ameaça é capitulado no artigo 147 do Código Penal com pena variável de detenção de um a seis meses ou multa. A instauração de processo é condicionada à representação da vítima. O procurador-geral vai encaminhar a representação à promotoria de Osasco onde está sediado o SBT.Bicudo pretende ainda mover contra o SBT ação indenizatória por danos morais.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.