Hebe diz que cumpre ordens

Na segunda-feira, o SBT convidou toda a imprensa para a gravação do milésimo programa de Hebe Camargo. Até aí, nada demais, não fosse o fato de a imprensa não ter tido permissão para falar com a apresentadora. Ordens superiores? A questão ficou no ar. Mesmo assim, a gravação foi divertidíssima. Logo na entrada, as eternas senhorinhas que acompanham a carreira de Hebe, vestidas com muito brilho, disputavam os pouquíssimos lugares da platéia. "A gente sempre dá uma caprichada no visual para vir aqui, porque ela gosta," diz Maria Kimura, que há dez anos participa religiosamente do programa pela caravana de São José dos Campos. No comando do sofá estavam Ana Paula Padrão, Adriane Galisteu, Regina Volpato, Amália Rocha, Joyce Ribeiro e Marília Gabriela. Todas faziam perguntas à Gracinha, muitas vezes capciosas, principalmente as proferidas por Marília Gabriela. A jornalista tocou na questão-chave que nem a imprensa pôde perguntar: a mudança do programa para sábado. E Hebe foi evasiva. "Eu sou contratada para fazer o que me mandam fazer. Mas o público me cobra muito, pois já estava acostumado com as segundas", disse ela, em leve tom de desabafo. Para amenizar as perguntas sérias, em determinado momento do programa, Marília Gabriela soltou esta: "Você é perua?" E Hebe, toda à vontade: "Você tem dúvidas? Perua é aquela que usa tudo o que tem. Já ganhei até troféu lá na Bahia." Não seria o programa da Hebe se a apresentadora não soltasse alguma pérola, como a que disse para Adriane Galisteu. "Pra esta belezinha aqui eu sempre falava: ´Vem (para o SBT), vem!´ Mas não sei se dei um bom conselho! (risos)", o que deixou Galisteu vermelha como pimentão. Coisas de Hebe.

Agencia Estado,

19 de abril de 2006 | 10h47

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.