HBO Max
HBO Max

HBO Max faz 'fan service' de luxo ao voltar a Hogwarts

'Harry Potter: De Volta a Hogwarts', na linha do recente reencontro de 'Friends', traz mergulho na nostalgia com elenco

Simião Castro, O Estado de S.Paulo

03 de janeiro de 2022 | 03h00

Aproveitando os 20 anos do lançamento do primeiro filme da saga Harry Potter, a HBO Max lançou no dia 1.º, direto no streaming, o especial Harry Potter: De Volta a Hogwarts. O programa, na linha do recente reencontro de Friends, trouxe de volta o elenco. Mergulhados na nostalgia dos muitos anos no set e rodeados pela magia da história, os rostos que tanto nos engajaram nas telas trazem outra vez aquele mundo e os bastidores dele para perto de nós.

Grandeza

Como esperado, a trama desenrolada por sete livros e oito filmes não poderia ser relembrada em uma produção minimalista. O trailer já indicava mais de 20 nomes com presença confirmada, compartilhando reminiscências.  

Para quem viveu a espera de cada lançamento, atendeu a pré-estreias no cinema e cresceu ao mesmo tempo que os ídolos, assistir ao especial foi um deleite. Para quem morava numa caverna nestes últimos 20 anos ou simplesmente nasceu depois do fim da saga, é a oportunidade de conhecer o universo que enfeitiçou – clichê check! – tantos de nós.

Passa ou repassa

Meio que num esquenta para a reunião neste início de ano, a HBO exibiu nas últimas semanas o programa Harry Potter: Batalha das Casas. Um game de perguntas e respostas com superfãs do bruxo. A atração também era disponibilizada no HBO Max a cada episódio e todos agora já estão no serviço streaming. Pode ser um produto um tanto “ultranichado”, mas é divertido de acompanhar e tentar adivinhar – ou lembrar – as curiosidades.

Desconvidada

Quem se autoexcluiu da festa foi a criadora deste mundo todo novo. J.K. Rowling já não estava na lista divulgada anteriormente e só brotou meio de surpresa em trechos curtíssimos de uma entrevista anterior, gravada em 2019. Afinal, seria difícil contar essa história sem a menção à mente de onde tudo isso saiu. De toda forma, a ausência foi um favor aos admiradores da obra, pois a aparição indesejada serviria apenas à torta de climão e afastaria hordas de fãs. Isto porque, aparentemente incapaz de conter os mais delirantes arroubos transfóbicos, especialmente no Twitter, a autora trai a própria criação, que fala de respeito às diferenças e defesa dos oprimidos. Rowling conseguiu tornar a própria presença insustentável e inaceitável. E não fez a menor falta. 

 

Tudo o que sabemos sobre:
streamingHarry Potter

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.