Havana comemora centenário de Alejo Carpentier

Uma comissão especial encabeçada por importantes figuras da cultura oficial cubana preparam uma homenagem para o centenário de nascimento do escritor cubano Alejo Carpentier 1904 - 1980), comemorado no próximo ano.Durante um ano serão publicadas obras inéditas e reedições, além de seminários e conferências que deverão terminar em dezembro de 2004, na Casa de las Américas. O diretor da entidade, Roberto Fernándes Retamar, é um dos integrantes da comissão, assim como o escritor e ministro de Cultura Abel Prieto e o historiador Eusebio Leal, entre outros. Essa comissão terá como diretora de honra Lilia Estevan, viúva do escritor e musicólogo, nascido em Havana, em dezembro de 2004 e morto em Paris, em 1980.Carpentier "renovou o idioma", renovou a forma, imprimiu um cunho histórico ao romance latino-americano. O escritor ganhou o Prêmio Cervantes de 1977 e escreveu, entre outros, O Reino deste Mundo (1949), O Século das Luzes (1962) e O Discurso do Método (1974).

Agencia Estado,

03 de junho de 2003 | 16h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.