Harry Potter volta adolescente em novo volume

São sete palavras mágicas que transformam papel em ouro: Harry Potter e o Cálice de Fogo. O quarto volume da série de J.K.Rowling deve fazer tanto sucesso quanto os anteriores (pelo menos foi o que ocorreu em toda parte do mundo) e estará nas livrarias brasileiras a partir do dia 18. Quem lança é a Editora Rocco, com tradução de Lia Wyler.É o mais longo dos volumes da saga de HP. Com 583 páginas na edição brasileira, Harry Potter agora está com 14 anos, é um adolescente. E o livro mostra bem isso. O personagem fica cheio de opiniões, exibicionista, mas com a inocência combativa dos meninos dessa idade. Como nos outros três livros, a história é a de um ano na escola Hogwarts para jovens bruxinhos. Começa, porém, com uma história do vilão Voldemort e só chega aos portões da escola quando já foram lidas mais de 150 páginas. O novo HP não parece tão bem cuidado nos detalhes, a autora parece escrever mais à vontade, já que os leitores conhecem bem a rotina da escola e dos personagens, algo como exaltar as virtudes de um chinelo velho e confortável.O grande problema de Harry, agora, é sair-se bem na tradição revivida do Torneio Tribruxo, um concurso internacional em que times dos equivalentes francês e alemão de Hogwarts vêm participar e um estudante de cada escola é escolhido para competir numa disputa de demonstração de habilidades de feitiçaria.O zumzum da Internet e dos pottermaníacos sugeria que desta vez Harry iria ganhar uma namorada e uma personagem importante iria morrer. Será que ambas as coisas (ou uma, ou nenhuma) acontecem em Harry Potter e o Cálice de Fogo? Se isso é importante para você, no dia 18 corra à livraria e devore o livro. Pelo menos, se as respostas não o agradarem, você estará fazendo uma pessoa feliz: J.K.Rowling, a terceira mulher mais rica da Inglaterra.Leia mais

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.