'Harry Potter' que vaza na web é falso, diz expert

Há quatro possíveis versões do livro na web, afirma criador de site sobre o personagem

Adriano Marangoni, especial para o estadao.com.br,

19 de julho de 2007 | 15h58

Às vésperas do lançamento do livro Harry Potter e as Relíquias da Morte (Harry Potter and the Deathly Hallows), com previsão de lançamento à meia-noite de sexta-feira, 20, e em português no dia 10 de novembro pela Rocco, os fãs mais ansiosos da obra de J.K. Rowling têm se exasperado diante de possíveis versões do livro vazadas para a internet. No entanto, o que escapa à maioria dos leitores é que nessas versões piratas existem detalhes que colocam em dúvida sua veracidade.  Apontando algumas dessas discrepâncias, Bruno Miquelino, administrador do Alohomorra.com, um dos maiores sites sobre Harry Potter no Brasil, e editorialista do thesnitch.net, segundo maior site britânico sobre o jovem bruxo, disse ter lido essas versões da internet (quatro no total), e afirmou, "é óbvio demais".  Procurados pelo estadao.com.br, fãs/especialistas dos livros de Harry Potter deram indícios de que a ansiedade só pode mesmo acabar nas últimas páginas do Deathly Hallows original, uma vez que elementos confusos, previsíveis ou contraditórios demais são a essência das versões piratas. Algo que pode ter sido escrito por fãs ou mesmo uma estratégia da própria editora para despistar os leitores.  A questão é que obra de Rowling, que tem o mérito de ter arrancado uma legião de crianças e adolescentes da frente da televisão desde o lançamento do primeiro livro, obedece a um certo padrão. Embora sutil, parece ser suficiente para eliminar a especulação entre os descontentes, ansiosos pelo último capítulo da saga do jovem bruxo de Hogwarts, onde enfrenta definitivamente o assassino de seus pais, Voldemort.  A seguir, leia na íntegra a entrevista com Bruno Miquelino, mas atenção, ele comenta os quatro finais possíveis para o livro.   Estadão.com.br - Você está lendo (ou já leu) a versão da internet de Harry Potter e as Relíquias da Morte?  Bruno Miquelino - Estou lendo a versão que vazou na internet nos sites de bit torrent. A incógnita é se ela é verdadeira ou não. O que o faz pensar que ela não é a original?  O fato de ter vazado outros epílogos do livro pela internet, com fotos e vídeos no YouTube, assim como essa versão que eu possuo. Além do mais, o texto é muito parecido com o estilo de J.K. Rowling, porém há uma série de detalhes que não condizem com a história, erros bobos, que a autora normalmente não comete. Por exemplo? Algumas coisas que geram longas discussões, mas que deixam os fãs com a pulga atrás da orelha. Como o fato de Dumbledore possuir livros sobre Horcruxes, que explicam coisas que nem mesmo o próprio Dumbledore parecia saber. Além do mortícinio no livro, que vai além daquilo que J.K. Rowling parece gostar... A não ser que nesse livro ela tenha mostrado o seu lado sádico. Mas isso não era esperado? Sim e não. A autora confirmou que duas pessoas muito próximas de Harry iriam morrer. Porém ela também disse que não haveria mortes "à toa". E é o que acontece nessa versão. Por outro lado, por estar havendo uma guerra no mundo bruxo, de fato, um número alto de mortes deveria ser esperado. Esse final o desapontou? Sim, muito. Na verdade já li quatro finais diferentes na internet, e nenhum deles me agradou. Mas o dessa versão que estou lendo, em particular é muito ruim. É um final de novela mexicana, que vai além do "viveram felizes para sempre", e chega a acrescentar uma pieguice irritante, depois de um livro com tantas mortes. Os nomes dos filhos de Harry são péssimos (Alvus Severus, Lily e James). Isso foi o que mais incomodou?  Também. No mais, o conteúdo do livro em si é um pouco frustrante. Isso porque a maior parte dos mistérios é explicada da mesma forma que fãs vêm explicando há anos. O mistério sobre quem é R.A.B. foi descrito por vários fãs, alguns dias depois de terem lido o sexto livro da série, e na versão pirata ele é explicado da mesma forma, exatamente com as mesmas palavras. Parece que a autora perdeu a originalidade. Mas quem é R.A.B? No final do sexto livro da série (Harry Potter e o Enigma do Príncipe), Harry e Dumbledore vão para uma caverna atrás de uma das Horcruxes de Voldemort, aqueles pedaços da alma do vilão, que foram espalhados pelo mundo, na busca pela imortalidade. Nessa caverna, eles passam por um dos momentos mais tensos da série, e no fim conseguem pegar a tal Horcrux, que estava em um medalhão. No entanto, quando Harry abre esse medalhão depois da morte de Dumbledore, contém um bilhete dentro, dizendo que havia sido trocado por um falso, por um tal de R.A.B. Ou seja, o Horcrux verdadeiro estava com esse R.A.B.. Complexo.  O problema é que praticamente todos nós, quando lemos esse R.A.B. pela primeira vez, lembramos de Regulus Black, o irmão de Sirius Black. Isso na versão pirata do livro? Exato.  E você não acredita nessa interpretação?  Eu tenho fé de que não seja. Porque não acredito que R.A.B. seja Regulus mesmo. Tenho uma teoria gigante para isso. Você chegou a ler outras versões do livro? Como eu disse, há quatro versões circulando pela net, duas delas muito bem feitas. É importante frisar que nas quatro o Harry não morre. Ou seja, se isso for mesmo uma jogada de marketing da editora, é possível que no original ele morra.  Qual a diferença entre as versões? Em uma delas (a segunda bem feita), o personagem Rony Weasely morre e Hermione Granger vai estudar medicina. Nas outras duas versões, onde só há o epílogo, a irmã de Rony, Gina, também morre e Harry não se casa. Na outra Hermione morre e Rony se casa com Gabrielle.  Ou seja, não adianta especular, não há qualquer indício de que de as versões sejam verdadeiras. Pois é. É comprovado que não foi utilizado Photoshop nas duas versões "fortes". O que indica que não foi um fã quem fez, pois o livro foi mesmo impresso. E o que você acha disso?  Acredito é que isso seja uma jogada da editora. Ela deve ter contratado pessoas para fazer outras versões, supervisionadas pela própria autora, impresso e vazado pela internet. Algo parecido com o que a indústria fonográfica faz com músicas, para evitar downloads.  Você já fez pedido de compra do livro?  Não, vou comprar na Fnac da Paulista no sábado. (o lançamento é simultâneo tanto no Brasil quanto na Inglaterra).

Tudo o que sabemos sobre:
Harry PotterRelíquias da Morte

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.