Harry Potter em livro, filme e jogo

Saíram os números oficiais. Harry Potter e o Cálice de Fogo, o best-seller da escritora escocesa Joanne K. Rowling bateu todos os recordes de venda na Grã Bretanha. Uma enorme expectativa fez crianças pernoitarem nas livrarias, no dia do seu lançamento, no sábado. Foram vendidos 372.775 exemplares, em 250 mil livrarias, segundo informção divulgada hoje pela empresa Book Track, que controla as edições de livros na Grã Bretanha. Assim, o quarto volume da série vendeu em um dia quase a mesma quantidade que o terceiro volume, Harry Potter e o Prisioneiro de Azbakan, em 12 meses (399.204). Enquanto isso, está sendo montado em Hollywood o elenco para encontrar o pequeno ator que vai interpretar no cinema o personagem Harry Potter, o menino-bruxo que será protagonista do filme Harry Potter e a Pedra Filosofal, baseado na primeira novela da série. A autora do livro gostaria que fosse eleito um jovem ator do Reino Unido, mas a Warner Brothers não compartilha da mesma opinião, muito menos a rede de televisão NBC. O diretor Chris Columbus quer dar o papel a um norte-americano e ambientá-lo nos Estados Unidos e não na Inglaterra. Na esperança de que a Warner Bros mude de idéia, na Grã Bretanha mais de 40 mil meninos-atores se candidataram ao papel. Simultaneamente, o fabricante do brinquedo Lego firmou um acordo exclusivo de comercialização a nível mundial com os produtores do filme sobre o herói Harry Potter, conforme informou a empresa, hoje, em Londres. A Lego vai começar a produzir as peças do jogo nos próximos meses, mas só serão comercializadas no início do próximo ano, pouco antes da estréia do filme.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.