"Harry Potter" é banido nos Emirados Árabes

O governo dos Emirados Árabes Unidos baniu 26 obras das escolas do país, entre elas Harry Potter e a Pedra Filosofal, de J.K. Rowling, e Revolução dos Bichos, de George Orwell. De acordo com o jornal Al-Hayat, o Ministério da Educação concluiu que os livros, nas ilustrações ou nos textos, ofendem valores do Islã e falseiam a história. Para além de toda polêmica no Oriente, o primeiro livro da primeira edição da obra de J.K. Rowling foi vendido por quase US$ 14 mil em um leilão em Londres, anteontem. O primeiro livro da série de aventuras do menino mago vendeu pelo mundo mais de 100 milhões de cópias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.